Por que é importante delegar?

por
Stefania Dominique

Um empreendedor normalmente tem uma lista de tarefas bemmm extensa todos os dias, e sem uma lista clara de prioridades, o crescimento do negócio acaba sendo prejudicado. Você acaba não fazendo nada da melhor forma, porque sua atenção tá dividida entre o monte de coisas que você tem pra fazer. A gente fica querendo dar conta de tudo ao mesmo tempo e, no fim, nada funciona.

Falo isso por experiência própria, porque quando eu comecei, fazia um pouco de tudo: o financeiro, o atendimento, a criação, a fotógrafa e tudo mais que precisasse. E sei essa é uma realidade bem comum quando a gente tá no início, principalmente por não temos recursos financeiros pra investir em uma equipe. Sem grana, não tem jeito mesmo. Acaba caindo tudo no nosso colo.

Mas também tem um ponto importante, que nos segura pra trás quando começamos a crescer um pouco e o dinheiro já não é um empecilho tão grande, e ele é o fato de que sempre achamos que ninguém vai saber fazer algo tão bem no nosso negócio quanto nós mesmos. É aí que mora o grande problema: o medo de delegar.

Eu sentia que não podia confiar nada da minha empresa na mão de outra pessoa, e queria que tudo passasse pela minha aprovação, já que sempre fiz tudo sozinha e dessa forma tava dando certo. Eu tinha medo de deixar outra pessoa me ajudar e o resultado não ficar da forma que eu queria.

Mas, posso te contar uma coisa? Isso é a maior besteira que eu já pensei. Pra crescer, a gente precisa se desprender desse medo e permitir que outras pessoas nos ajudem no nosso negócio. Só assim você vai poder ter tempo e liberar a sua cabeça pra focar no que é essencial que você foque – porque só você pode fazer mesmo, e até planejar os próximos passos.

Delegar é isso. É permitir que nossa “euquipe” aumente, e que isso nos ajude a crescer.

Então, vamos lá. Quando eu sei que é a hora de delegar?

Aqui vão alguns sinais de que pode ser o momento:

1) Você percebe que tem tarefas na sua rotina de trabalho que tomam muito do seu tempo e que poderiam ser feitas por outras pessoas. Exemplos: responder e-mails, agendar compromissos, atendimento aos clientes, e por ai vai.

2) Você tem planos guardados na gaveta e não consegue executá-lo,s porque não tem tempo pra colocar as ideias em ação.

3) Você quer ver seu negócio crescer e sabe que não vai conseguir fazer tudo sozinho. Então, precisa de mais pessoas na sua equipe para que sua empresa alcance seus objetivos.

Se você se identificou com algumas dessas situações, então parabéns, querido empreendedor! É hoje de delegar, e vou te explicar como começar.

O primeiro passo é anotar tudo que precisa ser feito no dia a dia da sua empresa. Faz um roteiro de todas as tarefas que precisam acontecer na rotina do seu trabalho pra que o seu negócio funcione.

Aqui na intensa, por exemplo, eu colocaria coisas como:

  • Criar conteudo no instagram, twitter, pinterest, telegram, podcast e youtube.
  • Responder comentários no instagram
  • Responder directs no instagram
  • Responder whatsapp
  • Responder e-mail
  • Agendar compromissos na agenda
  • Controle financeiro da empresa

Depois, para e se pergunta: quais dessas tarefas precisam necessariamente ser feitas por você? No meu caso, eu não preciso cuidar da parte financeira do meu negócio. Então, contratei um contador.

Também não preciso responder whatsapp e e-mail, então contratei uma assistente virtual. Você vai pensar e avaliar quais as tarefas que não demandam sua atenção direta, buscar contratar profissionais que te ajudem com elas e que se encaixem no seu orçamento.

E, falando nisso, vamos falar de investimento.

Como saber se tenho recursos financeiros pra contratar alguém? Preciso contratar um funcionário, ou posso contratar um prestador de serviço?

Eu vou te falar a minha experiência sobre o que rolou na intensa, ok?

Eu estava sobrecarregada de trabalho e percebi que precisava delegar, ou eu não teria mais nenhum tempo livre pra mim, nem no final de semana. Então, botei no papel tudo que eu ganhava e todos os meus custos fixos, e percebi que, com o valor que eu estava lucrando, dava pra contratar alguém pra me ajudar.

E confesso que o meu maior medo era justamente esse: o custo de contratar alguém. Eu tinha medo de ter custos! E acredito que todo mundo tem, principalmente quando nunca precisou ter. Meus custos sempre foram bem baixos por trabalhar 100% da internet, e a partir desse momento as coisas mudaram.

Mas eu deixei esse medo pra trás e entendi de uma vez por todas que, se eu queria crescer, esse era um investimento necessário. E eu não me arrependo nem um pouco! Depois que contratei pessoas pra me ajudar meu faturamento triplicou, e hoje eu vejo como valeu a pena.

Então, minha recomendação pra você é a seguinte: se você sente que é hora de delegar e pode fazer isso, FAÇA SEM PENSAR DUAS VEZES! Com certeza será o gás que você precisava pra crescer e atender melhor seus clientes.

E em relação a contratação: todas as pessoas que trabalham comigo são prestadores de serviço. Nunca contratei nenhum funcionário CLT. Com a internet e as redes sociais, encontrar um prestador de serviço, como por exemplo um contador ou assistente virtual, é bem mais simples que antigamente.

Mas, caso você tenha um negócio físico (como uma lanchonete, por exemplo), provavelmente será melhor pra você contratar funcionários que acompanhem seu negócio e cresçam junto com ele. A questão é que depende muito da sua demanda de tarefas a serem feitas: de acordo elas, você vai decidir se um prestador de serviço é o que você precisa, ou se é melhor contratar um funcionário CLT.

Seja qual for o caminho que você escolha pra contratar sua equipe, não deixa de fazer um contrato! Ele é uma segurança tremenda para que não haja nenhum conflito de ideias entre você e o contratado. As duas partes precisam concordar com os termos, e tudo precisa ser oficializado em papel (ou com assinatura digital), para que futuramente não haja nenhum problema para ambos os lados. Confia em mim, contrato é tudo na vida de uma empreendedor que precisa delegar!

Como delegar na prática?

A palavra chave é supervisão: não é porque outra pessoa vai fazer as tarefas, que elas vão sumir da sua vida, ok? Pelo contrario! Principalmente no começo, você deve ficar de olho em tudo de pertinho pra conferir se está sendo feito da forma como você gostaria. E caso não esteja, sem neura! É só explicar pra pessoa como você gostaria que a tarefa fosse realizada. E se esse profissional ainda assim não atender as suas expectativas depois de você tentar falar com ele, então talvez você deva buscar outra pessoa pra realizar esse serviço.

O importante é ter uma equipe que você confia, que te atenda muito bem e que esteja disposta a fazer seu negócio crescer junto com você.

Stefania Dominique

Oii! Me chamo Stefania Dominique e sou a girlboss por trás da @intensa.

Gostou? Então compartilha!
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp